domingo, 3 de agosto de 2008

ATENTEM PARA O TÍTULO DA MATÉRIA

FOLHA DE PERNAMBUCO - 30/7/2008

CRIME
MORTO AO SAIR DO TRABALHO

O Técnico Agrícola da Empresa Agronômica de Pernambuco, (IPA), Glécio Carneiro, de 24 anos, foi morto com três tiros na cabeça, por volta das 9h da segunda-feira. O crime aconteceu na Estação Experimental que a empresa mantém em São Bento do Una, no Agreste do Estado. Glécio trabalhava como auxiliar de pesquisa e estava com alguns estagiários, quando foi surpreendido por um homem encapuzado que efetuou os disparos.
Glécio foi encaminhado para um Hospital particular em Caruaru, onde foi submetido a uma cirurgia para remoção dos projéteis. Duas balas foram removidas, mas uma ficou alojada e os médicos preferiram não retirar. O estado de saúde é considerado estável. Ele está na UTI, em coma induzido, mas hoje pela manhã respondeu a estímulos. A família não quis se pronunciar sobre o caso e o gerente regional de Caruaru, Rui Souza, está prestando apoio à família.
Glécio foi aprovado no concurso do IPA em 2007 e começou a trabalhar no mesmo ano, lotado em São Bento do Una. Ele é recém-casado.
Investigação
O principal suspeito do crime é um ex-funcionário do escritório do IPA em São Bento do Una. O serviços gerais foi demitido pela empresa recentemente e jurou vingança. A polícia esteve na casa dele, mas a residência estava fechada. Ainda não há pistas do acusado.
Clarice Costa

Dois fatores principais na construção de um texto: coesão e coerência. Ao ler a matéria acima,publicada na Folha de Pernambuco,percebi uma incoerência entre o título,o começo e o meio da mesma.Se o rapaz foi morto,como está na Uti e responde a estímulos?Como leitora,fiquei sem saber o que pensar.Desejo que ele esteja vivo e se recupere rapidamente !Claro que todos estão sujeitos a erro mas um veículo de comunicação tem maior responsabilidade que as pessoas comuns,pois lida com grande público e até com pessoas que pensam que se está no jornal é porque está correto. Que a revisão do jornal seja mais cuidadosa em sua função e aceite minha crítica como construtiva!
Bete Meira

3 comentários:

ED CAVALCANTE disse...

ESSE ERRO GROSSEIRO PASSOU PORQUE A REVISÃO DO JORNAL É FRAQUÍSSIMA. NÃO PODE! O JORNAL CRESCEU MUITO E A QUALIDADE TEM QUE ACOMPANHAR ESSE CRESCIMENTO! RESPEITO AOS LEITORES ACIMA DE TUDO!

Fabiana disse...

concordo com você Ed!
parabens pelo Blog.!

abração!

Abel disse...

Jornal fraco! Vive das desgraças dos outros, e nem isso cosegue veicular direito!
Aff...