quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Feliz 2010,2011,2012...



Hoje estamos no último dia do ano de 2009...
e depois da meia-noite, virá o Ano Novo...
O engraçado é que continuará tudo igual...
Ainda seremos os mesmos.
Ainda teremos os mesmos amigos.
Alguns o mesmo emprego.
O mesmo parceiro (a).
As mesmas dívidas (emocionais e/ou financeiras).
Ainda seremos fruto das escolhas que fizemos durante a vida.
Ainda seremos as mesmas pessoas que fomos este ano...
A diferença, a sutil diferença, é que quando o relógio nos avisar que é meia-noite, do dia 31 de dezembro de 2009,
teremos um ano INTEIRO pela frente!
Um ano novinho em folha!
Como uma página de papel em branco, esperando pelo que iremos escrever.
Um ano para começarmos o que ainda não tivemos força de vontade, coragem ou fé...
Um ano para perdoarmos um erro, um ano para sermos perdoados dos nossos....
365 dias para fazermos o que quisermos...
Sempre há uma escolha..
E, exatamente por isso, eu desejo que vocês façam as melhores escolhas que puderem.
Desejo que sorriam o máximo que puderem.
Cantem a música que quiserem.
Beijem muito. Amem mais. Abracem mais (isso é muito importante).
Durmam com os anjos. Sejam protegidos por eles.
Agradeçam a DEUS por estar vivo e ter sempre mais uma chance para recomeçar.
Agradeçam as suas escolhas, pois certas ou não, elas são suas.
E ninguém pode ou deve questioná-las.
Quero agradecer aos amigos que eu tenho:
Aos que me 'acompanham' desde muito tempo.
Aos que eu escrevo pouco, mas lembro muito.
Aos que eu escrevo muito e falo pouco.
Aos que moram longe e não vejo tanto quanto gostaria.
Aos que moram perto e eu vejo sempre.
Aos que me 'seguram', quando penso que vou cair.
Aos que eu dou a mão, quando me pedem ou quando me parecem um pouco perdidos.
Aos que ganham e perdem.
Aos que me parecem fortes e aos que realmente são.
Aos que me parecem anjos, mas estão aqui e me dão a certeza de que este mundo é mesmo divino.
Obrigado por fazerem parte da minha história.

Espero que
2010 seja um ano bem mais feliz, e próspero para todos.


Que 2010 seja bem melhor mesmo que 2009 e não esqueçam que "viver é ter histórias para contar", então vivam intensamente cada momento de suas vidas como se fosse o último.


quinta-feira, 24 de dezembro de 2009



Poema de Aldemar Paiva // Não gosto de você, Papai Noel!



Não gosto de você, Papai Noel!

Não gosto de você, Papai Noel!
Também não gosto desse seu papel
de vender ilusões à burguesia.
Se os garotos humildes da cidade
soubessem do seu ódio à humildade,
jogavam pedras nessa fantasia!

Você talvez nem se recorde mais.
Cresci depressa e me tornei rapaz,
sem esquecer no entanto o que passou.
Fiz-lhe bilhete pedindo um presente,
a noite inteira eu esperei contente,
chegou o sol e você não chegou.

Dias depois, meu pobre pai cansado
trouxe um trenzinho velho, empoeirado,
que me entregou com certa hesitação.
Fechou os olhos e balbuciou:
"É pra você... Papai Noel mandou..."
E se esquivou contendo a emoção.

Alegre e inocente nesse caso,
pensei que meu bilhete com atraso
chegara às suas mãos no fim do mês.
Limpei o trem, dei corda, ele partiu,
deu muitas voltas, meu pai sorriu
e me abraçou pela última vez.

O resto só eu pude compreender
quando cresci e comecei a ver
todas as coisas com realidade.
Meu pai chegou um dia e disse, a medo:
"Onde é que está aquele seu brinquedo?
Eu vou trocar por outro na cidade".

Dei-lhe o trenzinho quase a soluçar,
e como quem não quer abandonar
um mimo que lhe deu quem lhe quer bem,
disse medroso: "Eu só queria ele...
Não quero outro brinquedo, quero aquele
E por favor, não vá levar meu trem".

Meu pai calou-se e pelo rosto veio
descendo um pranto que eu ainda creio,
tão puro e santo, só Jesus chorou.
Bateu a porta com muito ruído,
mamãe gritou, ele não deu ouvidos,
saiu correndo e nunca mais voltou.

Você, Papai Noel, me transformou
num homem que a infância arruinou,
Sem pai e sem brinquedos. Afinal,
dos seus presentes, não há um que sobre
para a riqueza do menino pobre
que sonha o ano inteiro com o Natal!

Meu pobre pai doente, mal vestido,
pra não me ver assim desiludido,
comprou por qualquer preço uma ilusão:
num gesto nobre, humano, decisivo,
foi longe pra trazer-me um lenitivo,
roubando o trem do filho do patrão.

Pensei que viajara. No entanto
depois de grande, minha mãe, em pranto,
contou que fora preso. E como réu,
ninguém a absolvê-lo se atrevia.
Foi definhando, até que Deus um dia
entrou na cela e o libertou pro céu!











domingo, 20 de dezembro de 2009

A vontade fala mais alto que a necessidade




DIÁRIO DE PERNAMBUCO – Opinião
Domingo, 13 de dezembro de 2009


O consumismo inconsciente das crianças

Shirley Hunther // Jornalista

Atualmente é nítido o desinteresse das crianças por aquilo que lhes seria genuíno; o brincar passa a ser um hábito e o consumo exibicionista chega ao ápice da diversão. A televisão é um meio em que a publicidade mais atinge as crianças, e a dificuldade dos pais driblarem a sedução dos anúncios voltados para o público infantil gera polêmica. Em todo o mundo há instituições voltadas para combater abusos até quem defenda a proibição desses comerciais, é o caso da ONG Instituto Alana. Segundo a presidenta, Ana Lucia Villela, "as crianças ainda não conseguem criar um juízo de valor sobre o que veem na televisão. Até os seis anos de idade elas não sabem o que é comercial ou programa."É muito fácil fixar um hábito durante a infância, já que é nesta fase que a percepção está sendo estruturada tornando-se também mais difícil modificar algo assimilado nesse período. Hoje, enquanto a criança cresce se estrutura sua percepção do consumo como o grande prazer, gozo maior que o brincar.Os intervalos dos programas de TVs, pontos de ônibus, lanchonetes, bancas de revistas, outdoor, concessionária de veículos, shoppings, etc. - Mas, nosso foco é a televisão -, fazem propagandas para chamar a atenção dos consumistas e, com maior intensidade, das crianças.A garotada aprende que só será reconhecida como parte desse universo, que é o imaginário construído, a partir de um hábito adquirido pelos veículos de comunicação, se adquirir esses produtos. As sensações de "pertencimento", necessárias para a construção de sua identidade, passam pela incorporação, em seu funcionamento mental, de aspirações homogêneas e do padrão de consumo que as atende. Precocemente a meninada é induzida a crer que os produtos de grife são sua identidade. Com essas marcas, como segunda pele, elas se sentem poderosas, meninas e meninos se tornam assim, propagandas sem custo, como outdoors ambulantes.Fantasias de completude, ideias de poder, domínio de ter acesso ao que o outro não pode ter, do que essa criança vale é o que acontece nesta maneira de viver. A vontade fala mais alto que a necessidade.Os propagandistas descobriram também, que a falta do convívio dos pais com os filhos, está diretamente ligada ao consumismo exacerbado das crianças. Como atender então essas demandas ilimitadas se os nossos recursos são escassos? Isso mesmo, a nossa grana é curta e nada adianta ganhar um sorriso infantil se o cheque especial está no vermelho e o rotativo do cartão de crédito não mais pode ser usado, ou se o nosso plano de previdência anda de dieta há vários meses. Por outro lado recusar a compra de qualquer produto licenciado por personagens infantis acabaria dando um mal-estar muito grande com os garotos.As crianças querem usar roupas de grife, tênis de marca, porque neles estão expressos, embora que simbolicamente, a que meio social pertence, ou a que ele deseja pertencer, tudo isso pautado no consumismo. É como se fosse uma aura que envolve o produto. Porque nesse jogo de interesse as crianças crescem com um novo pensamento, com novas ideologias, elas deixam de "Ser" para "Ter" e passam a "Ter" para "Ser".

Tenho minha consciência bem tranquila quanto a isso,pois criei meus filhos com os olhos bem abertos para a realidade. Nunca fiz o que não podia só para atender aos apelos consumistas da mídia e da sociedade em geral.Cabe aos pais criar filhos conscientes e coerentes,equilibrados e realistas,tendo em mente que valemos pelo que somos e não pelo que possuímos.

sábado, 19 de dezembro de 2009



Há muito tempo , um casal de velhinhos, que não tinha filhos, morava em uma casinha humilde de madeira, tinha uma vida muito tranquila, alegre, e ambos se amavam muito. Eram felizes.Até que um dia...Aconteceu um acidente com a senhora. Ela estava trabalhando em sua casa quando começa a pegar fogo na cozinha e as chamas atingem todo o seu corpo. O esposo acorda assustado com os gritos e vai a sua procura, quando a vê coberta pelas chamas e imediatamente tenta ajudá-la. O fogo também atinge seus braços e, mesmo em chamas, consegue apagar o fogo.Quando chegaram os bombeiros já não havia muito da casa, apenas uma parte, toda destruída. Levaram rapidamente o casal para o hospital mais próximo, onde foram internados em estado grave. Após algum tempo aquele senhor menos atingido pelo fogo saiu da UTI e foi ao encontro de sua amada. Ainda em seu leito a senhora toda queimada, pensava em não viver mais, pois estava toda deformada, queimara todo o seu rosto.Chegando no quarto de sua senhora, ela foi falando:- Tudo bem com você meu amor?- Sim, respondeu ele, pena que o fogo atingiu os meus olhos e não posso mais enxergar, mas fique tranquila amor que sua beleza está gravada em meu coração para sempre. Então triste pelo esposo, a senhora disse-lhe:Deus vendo tudo o que aconteceu a meu marido, tirou-lhe as vistas para que não presencia esta deformação em mim. As chamas queimaram todo o meu rosto e estou parecendo um monstro. Passado algum tempo e recuperados, voltaram para uma nova casa, onde ela fazia tudo para o seu querido esposo, e ele todos os dias dizia-lhe: COMO EU TE AMO!E assim viveram 20 anos até que a senhora veio a falecer.No dia de seu enterro, quando todos se despediam, então veio aquele senhor sem seus óculos escuros e com sua bengala nas mãos, chegou perto do caixão, beijando o rosto e acariciando sua amada, disse em um tom apaixonante: “Como você é linda meu amor, eu te amo muito”.Ouvindo e vendo aquela cena um amigo que esta ao lado perguntou se o que tinha acontecido era milagre e, olhando nos olhos dele, o velhinho apenas falou: Nunca estive cego, apenas fingia, pois quando a vi toda queimada sabia que seria duro para ela continuar vivendo daquela maneira. Foram vinte anos vivendo muito felizes e apaixonados!!!Na vida temos de provar que amamos! Muitas vezes de uma forma difícil E, para sermos felizes,temos de fechar os olhos para muitas coisas,mas o importante é que se faça única e intensamente com AMOR!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Miss Imperfeita













MISS IMPERFEITA - Texto da Martha Medeiros publicado na Revista do O Globo.

'Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes.Sou a Miss Imperfeita, muito prazer.Uma imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado três vezes por semana, decido o cardápio das refeições, levo os filhos no colégio e busco, almoço com eles, estudo com eles, telefono para minha mãe todas as noites, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e-mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos, participo de eventos e reuniões ligados à minha profissão e ainda faço escova toda semana - e as unhas!E, entre uma coisa e outra, leio livros.Portanto, sou ocupada, mas não uma workaholic.Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres.Primeiro: a dizer NÃO.Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO.Culpa por nada, aliás. Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero.Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros.Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho.Você não é Nossa Senhora. Você é, humildemente, uma mulher. E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante.Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável.É ter tempo. Tempo para fazer nada. Tempo para fazer tudo. Tempo para dançar sozinha na sala. Tempo para bisbilhotar uma loja de discos. Tempo para sumir dois dias com seu amor. Três dias. Cinco dias!Tempo para uma massagem. Tempo para ver a novela. Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza. Tempo para fazer um trabalho voluntário. Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto.Tempo para conhecer outras pessoas. Voltar a estudar. Para engravidar. Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado. Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal.Existir, a que será que se destina? Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada.Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem.Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si.Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo! Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente. Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que se lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir dessa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.Desacelerar tem um custo.Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores.E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante'.(Martha Medeiros)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Eu te amo tanto

Eu não me acostumo sem seus beijos

E não sei viver sem seus abraços

Aprendi que pouco tempo é muito

Se estou longe dos seus braços

E por isso eu te procuro tanto

E te telefono a toda hora

Pra dizer mais uma vez "te amo"

Como estou dizendo agora

Faço qualquer coisa nessa vida

Pra ficar um pouco do seu lado

Todo mundo diz que não existe

Ninguém mais apaixonado

Meu amor, você é minha vida

Sua vida eu também sei que sou

Cada vez mais juntos

Quem procura por você

Sabe onde estou

Olha, eu te amo tanto e você sabe

Sou capaz de tudo se preciso

Só pra ver brilhar a todo instante

No seu rosto esse sorriso

Faço qualquer coisa nessa vida

Pra ficar um pouco do seu lado

Todo mundo diz que não existe

Ninguém mais apaixonado

Meu amor, você é minha vida

Sua vida eu também sei que sou

Cada vez mais juntos

Quem procura por você

Sabe onde estou

Olha, eu te amo tanto e você sabe

Sou capaz de tudo se preciso

Só pra ver brilhar a todo instante

No seu rosto esse sorriso

domingo, 6 de dezembro de 2009

Família



Que nenhuma família comece em qualquer de repente
Que nenhuma família termine por falta de amor
Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente
E que nada no mundo separe um casal sonhador

Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte
Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois
Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte
Que eles vivam do ontem, no hoje em função de um depois

Que a família comece e termine sabendo onde vai
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor
E que os filhos conheçam a força que brota do amor

Abençoa Senhor as famílias, AMÉM!
Abençoa Senhor, a minha também!
Abençoa Senhor as famílias, AMÉM!
Abençoa Senhor, a minha também!

Que marido e mulher tenham força de amar sem medida
Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão
Que as crianças aprendam no colo o sentido da vida
Que a família celebre a partilha do abraço e do pão

Que marido e mulher não se traiam nem traiam seus filhos
Que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois
Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho
Seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois.

Que a família comece e termine sabendo onde vai
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor
E que os filhos conheçam a força que brota do amor

Abençoa Senhor as famílias, AMÉM!
Abençoa Senhor, a minha também!
Abençoa Senhor as famílias, AMÉM!
Abençoa Senhor, a minha também!

Abençoa Senhor, a minha também!

PACIÊNCIA TEM RECOMPENSA


No parque, uma mulher sentou-se ao lado de um homem.
Ela disse: -Aquele ali é meu filho, o de suéter vermelho deslizando no escorregador.
- Um bonito garoto - respondeu o homem - e completou: - Aquela de vestido branco, pedalando a bicicleta, é minha filha.
Então, olhando o relógio, o homem chamou a sua filha.
- Melissa, o que você acha de irmos?
Mais cinco minutos, pai. Por favor. Só mais cinco minutos!
O homem concordou e Melissa continuou pedalando sua bicicleta, para alegria de seu coração.
Os minutos se passaram, o pai levantou-se e novamente chamou sua filha: - Hora de irmos, agora?
Mas, outra vez Melissa pediu: - Mais cinco minutos, pai. Só mais cinco minutos!
O homem sorriu e disse: - Está certo!
- O senhor é certamente um pai muito paciente - comentou a mulher ao seu lado.
O homem sorriu e disse: - O irmão mais velho de Melissa foi morto no ano passado por um motorista bêbado, quando montava sua bicicleta perto daqui. Eu nunca passei muito tempo com meu filho e agora eu daria qualquer coisa por apenas mais cinco minutos com ele.
Eu me prometi não cometer o mesmo erro com Melissa.
Ela acha que tem mais cinco minutos para andar de bicicleta.
Na verdade, eu é que tenho mais cinco minutos para vê-la brincar...

Em tudo na vida estabelecemos prioridades.
Quais são as suas?
Lembre-se: nem tudo o que é importante é prioritário, e nem tudo o que é necessário é indispensável! Dê, hoje, a alguém que você ama mais cinco minutos de seu tempo.


"Aquele que procura um amigo sem defeitos termina sem amigos."
(Provérbio Turco)

sábado, 5 de dezembro de 2009

QUANDO O CASO VIRA COMPROMISSO


Quem nunca conheceu uma história em que duas pessoas concordam em seguir adiante com um relacionamento só feito de sexo e amizade, sem sentimentos profundos? No início, os dois aceitam essa situação muito bem, acham divertido, leve e muito prático ter alguém com quem compartilhar momentos de grande prazer - e sem cobranças!
Mas, de repente, eis que começa a surgir um envolvimento maior mostrado através de ciúmes, de vontade de ter mais perto aquela pessoa que se colocou apenas disposta a ter algo solto e leve? Será que um relacionamento iniciado através do mais racional de nós pode se transformar em algo mais profundo e cheio de amor? Será que essa relação pode mesmo dar certo?
Geralmente, é a mulher que começa a sentir que foi fisgada por um envolvimento maior e por essa necessidade de profundidade na relação. Mas isso também acontece com os homens! Apesar de algumas pessoas desejarem encarar os relacionamentos só com a razão, certas vezes não dá para evitar a vontade de amar e de ser amado.
Mesmo que tenha sido feito um "contrato" entre as partes, quando o amor chega, nada daquilo que foi sinceramente dito pelos dois sobre os dois, cheio de palavras frias e vazias de sentimentos continua a ser a verdade entre eles. Porque o amor muda tudo ao nosso redor mesmo.
Mas e aí, será que os dois têm como bancar esse sentimento e viver um romance, apesar de terem combinado que não queriam comprometimentos? Quem já passou por vários tipos de relacionamento (e quem já observou ao seu redor relacionamentos que dão certo) sabe muito bem que não existem fórmulas prontas a serem seguidas quando se fala de amor.
Saber identificar o que você sente e demonstrar isso para o par é muito importante. E não apenas para a outra pessoa, mas principalmente para si mesmo, para que você não sinta que está traindo o que sente de verdade. Além disso, ninguém se sente bem ao lado de pessoas artificiais, que não se comprometem a expor o que sentem.
Será que a pessoa que reprime seus sentimentos, não faz isso porque se sente errada por amar? Será que realmente estamos racionalmente livres de sentir e nos entregar a um amor?
Conviver muito bem com tudo isso que se passa no nosso interior resulta em ser uma pessoa feliz e realizada. Porque é importante nos aceitarmos exatamente assim como somos: cheios de surpresas, de possibilidades e de mudanças constantes.
Observe se alguma vez você entrou num caso por um medo de envolvimento maior, para ficar em cima do muro mesmo, porque você achou que assim seria mais fácil de lidar. Muitas vezes buscamos maneiras de sofrer menos por amor. Mas nessa aventura esquecemos que o melhor caminho para não se sofrer é justamente se entregar ao sentimento, se entregar ao que ele tem de melhor a nos oferecer.

Bruna Rafaele.

sábado, 21 de novembro de 2009

ALGO QUE AS ESCOLAS NÃO ENSINAM



Aqui estão alguns conselhos que Bill Gates recentemente ditou numa conferência em uma escola secundária sobre 11 regras que os estudantes não aprenderiam na escola. Ele fala sobre como a “política educacional de vida fácil para as crianças” têm criado uma geração sem conceito da realidade, e como esta política têm levado as pessoas a falharem em suas vidas posteriores à escola.

Muito conciso. Todos esperavam que ele fosse fazer um discurso de uma hora ou mais… Bill Gates falou por menos de 5 minutos, foi aplaudido por mais de 10 minutos sem parar, agradeceu e foi embora em seu helicóptero…

Regra 1
A vida não é fácil, acostume-se com isso.

Regra 2
O mundo não está preocupado com a sua auto-estima. O mundo espera que você faça alguma coisa útil por ele
ANTES de sentir-se bem com você mesmo.

Regra 3
Você não ganhará R$ 20.000 por mês assim que sair da escola. Você não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone à disposição antes que você tenha conseguido comprar seu próprio carro e telefone.

Regra 4
Se você acha seu professor rude, espere até ter um Chefe. Ele não terá pena de você.

Regra 5
Vender jornal velho ou trabalhar durante as férias não está abaixo da sua posição social. Seus avós têm uma palavra diferente para isso: eles chamam de
oportunidade.

Regra 6
Se você fracassar, não é culpa de seus pais. Então não lamente seus erros, aprenda com eles.

Regra 7
Antes de você nascer, seus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por pagar as suas contas, lavar suas roupas e ouvir você dizer que eles são
“ridículos”. Então antes de salvar o planeta para a próxima geração, querendo consertar os erros da geração dos seus pais, tente limpar seu próprio quarto.

Regra 8
Sua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais de ano e tem quantas chances precisar até acertar. Isto não se parece com absolutamente
NADA na vida real. Se pisar na bola, está despedido… RUA !!! Faça certo da primeira vez!

Regra 9
A vida não é dividida em semestres. Você não terá sempre os verões livres e é pouco provável que outros empregados o ajudem a cumprir suas tarefas no fim de cada período.

Regra 10
Televisão
NÃO é vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a boite e ir trabalhar.

Regra 11
Seja legal com os C.D.Fs – aqueles estudantes que os demais julgam que são uns babacas. Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar
PARA um deles.

Bill Gates, dono da maior fortuna pessoal do mundo e da Microsoft, a única empresa que enfrentou e venceu a Big Blues, IBM, que construiu o primeiro computador, cérebro eletrônico mundial, desde a sua fundação em meados de 1900.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Consciência Negra deve ser todo dia

Pelo fim do racismo

Hoje, Dia Nacional da Consciência Negra, MPPE assume o papel de guardião na luta antirracismo, ao recomendar que promotores, delegados e escrivãos atuem mais rápido nos casos relacionados à cor
Rafael Dias
rafaeldias.pe@dabr.com.br


Luz, palavra que simboliza o clareamento de ideias, pensamento ilustrado, transparência. Nome também de Maria Luzitana Santos, 32 anos, que há 10 anos assim é chamada, desde que ganhou o "apelido" carinhoso no ambiente de trabalho pelo seu semblante luminoso. Hoje é com esse codinome que ela se apresenta e sempre abre um sorriso no rosto de quem a conhece. Luz, mulher negra, professora universitária, mestranda e integrante de um grupo de maracatu de baque virado (Baquenambuco), ela representa o novo retrato de uma população afrodescendente em Pernambuco que luta pelos seus direitos negados há séculos. Um tempo em que o racismo e o preconceito de cor, apesar de arraigados na cultura brasileira, passam a ser combatidos com mais clareza e a aplicação de penalidade como a lei prevê a quem ofende.

A partir de hoje, Dia Nacional da Consciência Negra, os negros e seus descendentes no estado terão a certeza de que os processos por injúria de raça, cor, etnia, religião ou origem não se tranformarão em pilhas mofadas em delegacias. Garantia dada pelo Ministério Público de Pernambuco, que publicou nesta sexta, no Diário Oficial, uma recomendação aos promotores, delegados e escrivãos para quem intensifiquem a atuação nesses casos. Além disso, o MPPE compromete-se a assumir a função de acompanhar e apreciar os processos dessa natureza, em cumprimento à emenda de lei 12.033, de 29 de setembro passado, que altera o artigo 145, do Código Penal. Essa alteração na lei delega ao Ministério Público o papel de analisar os casos de injúria discriminatória e remetê-los à Justiça.

Na prática, o MPPE assume o papel de guardião da luta antirracismo. Agora quem se sentir ofendido não precisa mais contratar advogado nem se dirigir à Defensoria Pública para entrar com uma ação. Isso porque a injúria discriminatória não é mais tratada como uma ação privada, mas como um crime de ação pública. Para que o processo chegue à vara, basta que o ofendido preste uma queixa-crime na delegacia ou, mesmo se o Ministério Público tiver conhecimento do caso, o processo pode ser aberto ex oficio. O delegado terá 30 dias para remeter o inquérito ao MPPE, que, por sua vez, terá o prazo máximo de 15 dias para tomar providências, desde pedir mais diligências ao delegado ou entrar com uma ação contra o agressor.

A professora Luz diz que foi vítima de racismo duas vezes, na escola e no trabalho. Na primeira vez, disseram a ela que tinha um "cabelo pixaim". Na outra, um empresário se negou a ser atendido por uma secretária negra. Formada em secretariado, ela hoje não apenas tem uma bem-sucedida carreira acadêmica (ex-professora substituta na UFPE, ela é gerente de recursos humanos na UPE), como tem uma atuação no movimento cultural negro. Para ela, a aplicação da nova lei coloca em evidência o problema do racismo, mas tem efeito pontual. Ela sugere que educação de tolerância racial nas escolas, lares e outras instituições ajudaria a quebrar o preconceito. "No Brasil, existe lei que pega e depois não pega. Ela é interessante, sim.Mas daí a diminuir o preconceito, não sei. É preciso haver uma sensibilização das pessoas", disse.




sábado, 14 de novembro de 2009

A PARTIR DO PRÓXIMO AMANHECER



Hoje “me dei um tempo” para pensar na vida.
Na minha vida!!!
Decidi então que a partir do próximo amanhecer,
Vou mudar alguns detalhes para ser a cada
novo dia, um pouquinho mais feliz.
Para começar, não vou mais olhar para trás.

O que passou é passado, se errei, agora não vou
conseguir corrigir.

Então, para que remoer o que passou?
Refletir sobre aqueles erros sim
e então fazer deles um aprendizado
para o “meu hoje”...
Nem todas as pessoas que amo, retribuem
meus carinhos como “eu” gostaria...

E daí?
A partir do próximo amanhecer vou continuar a amá-las, mas não vou tentar mudá-las.
Pode ser até que ficassem como eu gostaria que fossem e deixassem de ser as pessoas que eu amo.
Isso eu não quero.
Mudo eu...Mudo meu modo de vê-las.
Respeito seu modo de ser.
Mas não pense que vou desistir de meus sonhos!!!
Imagine!!!
A partir do próximo amanhecer,

Vou lutar com mais garra para que eles aconteçam.
Mas vai ser diferente.
Não vou mais responsabilizar
ninguém por minha felicidade.
EU VOU SER FELIZ!!!
Não vou mais parar a minha vida

Porque o que desejo não acontece,
Porque uma mensagem não chega,
Porque não ouço o que gostaria de ouvir.
Vou fazer meu momento...
Vou ser feliz agora...
Terei outros dias pela frente!!!
Nunca mais darei muita importância
aos problemas que não tenho conseguido resolver.
A partir do próximo amanhecer, vou agradecer a Deus
todos os dias por me dar forças para viver,
Apesar dos meus problemas.
Chega de sofrer pelo que não consigo ter,
pelo que não ouço ou não leio.
Pelo tempo que não tenho e até de sofrer por antecipação, pensando sempre, apenas no pior.
A partir do próximo amanhecer,
Só vou pensar no que tenho de bom.
Meus amigos, nunca mais precisarão
me dar um ombro para chorar.

Vou aproveitar a presença
deles para sorrir, cantar, para dividir felicidade.
A partir do próximo amanhecer vou ser eu mesma.

Nunca mais vou tentar ser um modelo de perfeição.
Nunca mais vou sorrir sem vontade
ou falar palavras amorosas por que
acho que sei o que os outros querem ouvir.
A partir do próximo amanhecer vou viver
minha vida,

SEM MEDO DE SER FELIZ.
Vou continuar esperando.
Não, não vou esquecer ninguém.
Mas...
A partir do próximo amanhecer,

Quando a gente se encontrar, com certeza,
vou te dar “aquele” abraço bem apertado,
e com toda sinceridade dizer...
ADORO VOCÊ e tenho muito amor para lhe dar!!!!

(Autor desconhecido)

Postado por Bete através do Blog de Ed

domingo, 1 de novembro de 2009

Perco o amigo mas não perco a piada,kkkk

Dois advogados saem do escritório cansados... Com a gravata semi-aberta, o cigarro no canto da boca depois de um dia estafante de trabalho, um vira para o outro e pergunta:
- Vamos tomar alguma coisa?
O outro arregala os olhos empolgado e responde:
- Vamos!!! De quem???
=========================================
O sujeito chega para um amigo, advogado e diz:
- Quanto você cobra para me responder duas perguntas?
- Quinhentos reais! Qual é a segunda?
=====================================
Dois advogados, pai e filho, conversam:
- Papai! Estou desesperado. Não sei o que fazer. Perdi aquela causa!
- Meu filho, não se preocupe. Advogado não perde causa. Quem perde é o cliente!
====================================
Dois advogados, sócios em um escritório, saem juntos e vão almoçar.
Já no meio da refeição um vira para o outro e reclama:
- Puxa vida, esquecemos de trancar o escritório!, e o outro responde:
- Não se preocupe, estamos os DOIS aqui.
====================================
Num julgamento o Juiz pergunta ao réu:
- Como o senhor matou sua esposa?
- A chifradas, meritíssimo!
- Absolvido! Legítima defesa da honra.

==============================================
Aluno de Direito ao fazer prova oral.
- O que é uma fraude?
- É o que o senhor, Professor, está fazendo, responde o aluno.
O professor fica indignado.
- Ora essa, explique-se.
Diz o aluno:
- Segundo o Código Penal, comete fraude todo aquele que se aproveita da ignorância do outro para o prejudicar.
====================================
O avião estava com problemas nos motores e o piloto pediu às comissárias de bordo para prepararem os passageiros para uma aterrissagem forçada.
Depois, ele chama uma atendente para saber se tudo está bem na cabine e ela responde:
- Todos estão preparados, com cinto de segurança e na posição adequada, menos um advogado, que está entregando o seu cartão aos passageiros!
==============================================
Certo dia estavam dois homens caminhando por um cemitério quando se depararam com uma sepultura recente. Na lápide lia-se: 'Aqui jaz um homem honesto e advogado competente'.
Ao terminar a leitura um virou-se para o outro e disse:
- Desde quando estão enterrando duas pessoas na mesma cova?
==============================================
Sabe qual a diferença entre Juizes de Primeira Instância e os de Segunda?
Os primeiros pensam que são Deus...
Os outros já têm certeza!!!
==============================================
Dois trabalhadores estavam caminhando pelo acostamento da Via Dutra, voltando de uma Indústria onde haviam trabalhado duro o dia inteiro, quando um advogado, que vinha a toda velocidade no seu carro importado, atropela os dois.
Um deles atravessou o pára-brisa e caiu dentro do carro do advogado, enquanto o outro voou bem longe, a uns dez metros do local do atropelamento.
Três meses depois, eles saíram do Hospital e, para surpresa geral, foram direto para a cadeia...
Um, por 'invasão de domicílio' e o outro por se evadir do local do acidente.


Gente, é só brincadeira, tenho 3 irmãos advogados e já fiz vestibular para Direito. Não concordo com a ideologia das piadas,mas não pude deixar de sorrir e resolvi compartilhar com os amigos!


Nem foi preciso Advogado!

Um homem foi apresentado perante o juiz e acusado por ter feito sexo com um cadáver feminino.

Disse o juiz: Em 20 anos de magistratura, nunca ouvi uma coisa tão nojenta e imoral.Dê-me uma única razão para eu não pô-lo na cadeia!

- Vou lhe dar não uma, mas TRÊS boas razões:

1º) Não é da sua conta;
2º) Ela era minha esposa;
3º) Eu NÃO SABIA que ela estava morta; ela SEMPRE agia assim!

*ABSOLVIDO!*

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Descobri que sou idiota


Hoje reparei um pouco mais na pessoa refletida no espelho. Fiz uma séria constatação. EU SOU IDIOTA! Isso mesmo, idiota. Mas não pense que tenho vergonha disso. Nos dias de hoje, ser idiota é privilégio. Os idiotas de hoje são aqueles que conseguem sorrir mesmo quando a dor aperta. São aqueles que ainda dizem "Eu te Amo" olhando nos olhos, que valorizam abraços e gostam de andar de mãos dadas. Idiotas são aqueles que crêem num sentimento sincero, que ainda esperam encontrar um amor perfeito, que escrevem e lêem poesias e que mandam flores. Idiotas são românticos, no sentido mais meloso da palavra, mas não se envergonham disso. São aqueles que se permitem chorar quando a dor machuca, quando o amor se vai ou o filme emociona. Cantam músicas de amor como se fossem hinos, mesmo porque, para seus corações apaixonados realmente são. Idiotas são sentimentais. Se magoam com a menor das brigas e lutam pela reconciliação. São aqueles que não ligam para o que os outros dizem, eles se dão por completo. Idiota é aquele que pede desculpa mesmo sem ter errado, que pede licença, que dá bom dia, boa tarde, boa noite. Que pergunta “como vai?”, “precisa de alguma coisa?”, “tá tudo bem?’. É aquele que não se esquece nem do amigo que não dá mais notícias, aquele que se lembra da infância e comemora o quanto foi bom. Idiota é aquele que ri de si próprio, que brinca de descobrir desenho em nuvem, que anda descalço e toma banho de chuva. Que chora por briga de amor, e que a cada briga acha que o mundo acabou, mas que logo perdoa. Idiota é aquele que, mesmo nesse mundo corrompido, insiste em ser sincero. Que estende a mão pra ajudar quem for, que faz o bem sem olhar a quem. Idiotas se preocupam, se arrumam e se enfeitam para ver a pessoa amada. Querem estar sempre belos, nem que seja só pra se olhar no espelho. Idiotas se divertem. Idiotas têm amigos. Idiotas amam. Idiotas são felizes... Depois disso tudo, eu te pergunto: Vale ou não a pena ser idiota? Garanto que vale!!!
D.A.

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

45 lições de vida

Escrito por Regina Brett, 90 anos de idade, de The Plain Dealer, Cleveland , Ohio
"Para celebrar o meu envelhecimento, certo dia eu escrevi as 45 lições que a vida me ensinou. É a coluna mais solicitada que eu já escrevi." Meu hodômetro passou dos 90 em agosto, portando aqui é a coluna mais uma vez:
1. A vida não é justa, mas ainda é boa.
2. Quando estiver em dúvida, dê somente o próximo pequeno passo.
3. A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém.
4. Sua profissão não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão .. Permaneça em contato.
5. Pague mensalmente seus cartões de crédito.
6. Você não tem de ganhar todas as vezes. Concorde em discordar.
7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.
8. É bom ficar bravo com Deus. Ele pode suportar isso.
9. Economize para a aposentadoria começando pelo seu primeiro salário.
10. Quando vier o chocolate, é inútil resistir.
11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente.
12. É bom deixar suas crianças verem que você chora.
13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem ideia do que é a jornada deles.
14. Se um relacionamento tiver que ser um segredo, você não deveria entrar nele.
15. Tudo pode mudar num piscar de olhos. Mas não se preocupe; Deus nunca pisca.
16. Respire fundo. Isso acalma a mente.
17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonita ou jovial.
18. Qualquer coisa que não o matar, torna você realmente mais forte.
19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz. Mas a segunda vez é por sua conta e de ninguém mais...
20. Quando vier depois do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.
21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use lingerie fantasiosa. Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.
22. Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo.
23. Seja excêntrica agora. Não espere pela velhice para vestir cor púrpura.
24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
25. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você.
26. Enquadre todos os assim chamados “desastres” com estas palavras 'Em cinco anos, isto importará?'
27. Sempre escolha a vida.
28. Perdoe tudo de todo mundo.
29. O que outras pessoas pensam de você não é nada para a sua atividade.
30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo.
31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.
32. Não leve você mesmo muito a sério. Ninguém mais faz isso.
33. Acredite em milagres.
34. Deus ama você porque ele é Deus, não por causa de qualquer coisa que você fez ou não fez.
35. Não faça auditoria na vida.. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.
36. Envelhecer leva a uma alternativa - morrer jovem.
37. Suas crianças têm apenas uma infância.
38. Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou.
39. Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares.
40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os outros como eles são, nós agarraríamos nossas costas.
41. A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
42. O melhor ainda está por vir.
43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça.
44. Produza rendimentos.
45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Adeus,professora!


Morre a diretora da Editora Universitária da UFPE


Faleceu na madrugada de hoje a professora Gilda Maria Lins de Araújo, vinculada ao Departamento de Letras do Centro de Artes e Comunicação (CAC) da UFPE. Ela morreu no Recife, aos 63 anos de idade, vítima de falência múltipla dos órgãos.
Gilda Lins era docente da UFPE desde 1974 e ocupava, atualmente, a direção da Editora Universitária. O reitor Amaro Lins decretou luto oficial de três dias. O velório está sendo realizado no Auditório João Alfredo, no prédio da Reitoria da UFPE, onde acontece uma missa de corpo presente às 14h. O sepultamento está marcado para as 16h, no Cemitério Parque das Flores.

Natural de Bom Jardim, no Agreste pernambucano, a professora Gilda Lins era graduada em Letras e Direito pela UFPE, mestre em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e doutora em Letras Clássicas pela Universidade de São Paulo. Na UFPE, a docente também atuou como coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) e como diretora eleita do CAC, de 1996 a 2004. Como fundadora, presidiu a Comissão de Direitos Humanos Dom Hélder Câmara/CAC/UFPE e atuou no Núcleo de Estudos Indigenistas, que criou com a professora Adair Palácio. Gilda Lins ainda participou de projetos governamentais na área de educação, como o Projeto Vitae e o Projeto Graciliano Ramos.

A experiência na área de Letras enfatizava os estudos da língua portuguesa, sob a vertente da Análise do Discurso Francesa. Seus principais temas de estudo eram a avaliação e prática de ensino da língua portuguesa, competência comunicativa, linguística intercultural, promoção dos direitos humanos e cultura da paz. A atuação profissional foi pautada pelo envolvimento lúcido com todas as questões da vida universitária, pelo comprometimento com os Direitos Humanos, pelo espírito agregador e conciliador e pela valorização da educação pública.

Além de diretora da Editora Universitária, era membro da diretoria da Associação Brasileira de Editoras Universitárias (Abeu), da qual era representante no Qualis Livro, da Capes. As atividades atuais também englobavam aulas na graduação em Letras e no Programa de Pós-Graduação em Letras, além da coordenação de uma das turmas do Curso de Especialização em Língua Portuguesa, através de convênio firmado entre a UFPE e a Secretaria de Educação de Pernambuco.
Da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

domingo, 20 de setembro de 2009

Quem sabe isso quer dizer amor




Cheguei a tempo de te ver acordar
Eu vim correndo a frente do sol
Abri a porta e antes de entrar,revi a vida inteira
Pensei em tudo que é possível falar
Que sirva apenas para nós dois
Sinais de bem desejos vitais
Pequenos fragmentos de luz
Falar da cor dos temporais
De céu azul das flores de abril
Pensar além do bem do mal
Lembrar de coisas que ninguém viu
O mundo lá sempre a rodar
Em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
estrada de fazer o sonho acontecer
Pensei no tempo e era tempo demais
E você olhou sorrindo pra mim
Me acenou um beijo de paz
Virou minha cabeça
Eu simplesmente não consigo parar
Lá fora o dia já clareou
Mas se você quiser transformar
O ribeirão em braço de mar
Você vai ter que encontrar
Aonde nasce a fonte do ser
E perceber meu coração
Bater mais forte só por você
O mundo lá sempre a rodar
Em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
estrada de fazer o sonho acontecer..."

Postado por Bete através do Blog de Ed

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Se pudesse mudaria esse final

Sentirei muita saudade desse ator a quem muito admirava. Mais uma batalha perdida para essa maldita doença chamada câncer. Tão fantástica a medicina, mas ainda não conseguiu vencer essa guerra. Quem sabe um dia... vai em paz... guardarei na memória esse lindo sorriso e as lembranças imortalizadas em filmes marcantes.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

O mal do século



Dor de cabeça e enxaqueca são doenças que exigem tratamentos diferentes Ficar só no analgésico prolonga as crises, fazer exercícios e cuidar da alimentação é essencial
A vontade é arrancar a cabeça fora. Os olhos não agüentam a claridade e a dor insiste em perturbar, prejudicando qualquer tipo de raciocínio e azedando o humor. A enxaqueca realmente compromete a qualidade de vida dos pacientes , afirma a neurologista Sandra Mathias, do Hospital Bandeirantes, em São Paulo. Nos Estados Unidos, onde se estudam vários índices de produtividade, chegou-se à conclusão de que ela é um dos principais fatores na queda de produtividade por falta ao trabalho

Numa entrevista exclusiva ao Minha Vida, a especialista descreve com detalhes todos os sintomas e tratamentos do problema, difere o mal da dor de cabeça corriqueira, fala sobre os melhores tratamentos, a prevenção e sobre tudo aquilo que tem potencial para desencadear uma temida crise. No final, acompanhe ainda uma descrição dos principais tipos de dor de cabeça e identifique qual deles tira você do sério.

Existem alimentos que causam dor de cabeça? Não. As pesquisas, no entanto, apontam que alguns deles podem desencadear crises em pacientes com enxaqueca. É o caso dos chocolates, alguns queijos curados, embutidos de carne (salsichas, lingüiças) e glutamato de sódio (o sal utilizado na culinária oriental). Álcool e café também podem causar o desconforto. O que estes alimentos têm de especial? Eles contêm elementos que interagem com a bioquímica cerebral, alterando a ação de determinadas enzimas e acelerando a metabolização de substâncias chamadas neurotransmissores (como a serotonina). Mas é importante lembrar que casos de crises desencadeadas por alimentos são pouco comuns e afetam só quem é sensível. Enxaqueca é hereditária? Ela é uma dor de cabeça mais forte? A história familiar favorece o surgimento do problema. Mas só ela não justifica um caso de enxaqueca. Enxaqueca é um dos tipos de dor de cabeça, e não uma variação na intensidade do mal.
Há cura para enxaqueca? Não. A enxaqueca é uma doença crônica, que exige o afastamento dos fatores desencadeantes, além do consumo de medicamentos. Mas o tratamento é bastante eficaz na prevenção das crises. Além de medicações, são indicados exercícios físicos e atenção à estrutura emocional.
Qual o efeito dos exercícios no controle da doença? Exercícios físicos estimulam a circulação e a oxigenação sanguínea, propiciando um estado aeróbico no organismo. Isso confirma a teoria da enxaqueca de que as crises possam ser causadas por uma redução de oxigênio cerebral. Além disso, atividade física libera endorfinas, substâncias reconhecidamente benéficas e que têm ação no alívio da dor.
E o que a estrutura emocional tem a ver? A estrutura emocional é a base para o tipo de dor de cabeça mais comum: a cefaléia tensional, geralmente descrita como se houvesse um peso sobre a cabeça. Geralmente, ela aparece mais no final do dia. O estresse emocional e físico é, reconhecidamente, um dos causadores de inúmeras doenças e sintomas, além das cefaléias. Existem vários tipos de dor de cabeça? Sim. Existem as cefaléias denominadas primárias (como a enxaqueca e a cefaléia tensional) e as cefaléias secundárias, que podem ser desencadeadas por diversas causas, como nevralgias, causas odontológicas, problemas de coluna cervical, glaucoma e infecção de ouvido.

Enxaqueca é sintoma de outros problemas de saúde? Não. Enxaqueca é um tipo de problema de saúde, que deve ser diagnosticada e tratada corretamente.

TPM causa enxaqueca? TPM não causa enxaqueca. Ela, simplesmente, pode desencadear uma crise em mulheres que já sofrem com o problema.Enxaqueca é uma doença incapacitante? A intensidade da dor varia de pessoa para pessoa. Mas, muitas vezes, a dor de cabeça associada a sintomas como náuseas, vômitos e a dificuldade para tolerar a luz tornam o paciente incapacitado para suas atividades habituais. Nos Estados Unidos, onde se estudam vários índices de produtividade, chegou-se à conclusão de que a crise de enxaqueca é um dos principais fatores na queda de produtividade por falta ao trabalho.
Dor de cabeça é uma doença crônica? A dor de cabeça é uma das queixas mais comuns em relação às dores em outras regiões do corpo. Estima-se que até 80% das pessoas apresentam pelo menos um episódio de cefaléia por ano. Já a enxaqueca, especificamente, é uma doença que pode aparecer em crises repetidas ao longo de anos se não for tratada adequadamente.
Tipos de dor de cabeça: 1. Cefaléia tensional: dor de cabeça mais comum. Caracteriza-se pela dor tipo peso, geralmente acometendo a cabeça toda ou mais localizada na parte de trás da cabeça, irradiando-se para a nuca. Geralmente há contração muscular na região dos ombros. Fadiga, irritabilidade, alterações de sono e de apetite são outros sintomas. Muitas vezes o paciente relata estar passando por alguma situação de conflito ou estresse.
2. Enxaqueca: predominante no sexo feminino. Normalmente, a dor é latejante e sentida de um lado só da cabeça. Náuseas ou vômitos são comuns. É comum ainda a intolerância à luz e a outros estímulos sensoriais, como sons e odores. Alguns sinais, conhecidos como "aura", tendem a antecipar a dor. São, principalmente, de origem visual e incluem escurecimento de parte ou de todo o campo visual ou sensações visuais de luzes ou cintilações.
3. Cefaléia por hipertensão intracraniana: em casos de tumores cerebrais ou hidrocefalia há aumento da pressão no interior do cérebro, que se encontra fechado na caixa craniana. A dor é contínua, e não em crises. Geralmente associa-se a náuseas e vômitos. Pode haver alterações de consciência. No caso de tumores, há sinais e sintomas neurológicos focais relacionados às áreas afetadas no cérebro.
4. Cefaléia por rotura de aneurisma cerebral: é descrita pelo paciente como uma dor muito, muito intensa. A comparação é com uma paulada na cabeça, de instalação súbita e que também pode se acompanhar de náuseas e vômitos. Dependendo da gravidade do sangramento pode ocorrer deterioração neurológica, com piora grave até para coma.
5. Cefaléia pós-raquianestesia: acontece após procedimento anestésico - a raquianestesia. Caracteriza-se por dor intensa na cabeça inteira, podendo se associar a náuseas e vômitos. Caracteristicamente, a dor some quando o paciente permanece deitado com travesseiro baixo e se inicia assim que se levanta a cabeça.
6. Cefaléia por meningite: tem as mesmas características da cefaléia por hipertensão intracraniana, e soma-se a presença de febre e mal-estar generalizado.
Cefaléias secundárias: têm uma multiplicidade de fatores causais: 1. Neuralgia do nervo trigêmeo: caracteriza-se por acometer a área da face sob a inervação do nervo trigêmeo. A dor é descrita como lancinante e persistente, com alguns períodos de alívio. Uma característica importante é a sensibilidade da chamada zona de gatilho: um toque leve em alguns pontos do rosto desencadeia a dor.
2. Dor de cabeça por sinusite: caracteriza-se por ser contínua, tipo peso, sem sintomas associados e que pode piorar quando se abaixa a cabeça.
3. Dor de cabeça por disfunção de ATM (articulação têmporo-mandibular): geralmente, portadores desse tipo de dor têm alterações da mastigação. A dor ocorre nas regiões temporais e pode ser do tipo peso. Apalpando a ATM notam-se desvios ou alterações na dinâmica do fechamento e abertura da boca. Muitas vezes, o uso noturno de plaquinhas acrílicas, prescritas pelo dentista, resolve o problema. Outras vezes, em casos mais graves, aparelhos ortodônticos ou mesmo cirurgias reparadoras são necessários.

DOR



Dor de Cabeça e Depressão: Como cuidar da Dor quando estiver com Depressão
Viver com dor crônica é um fardo suficiente para qualquer um. Se a dor estiver associada a depressão – um dos problemas mais comuns enfrentados por pessoas com dor crônica – este fardo fica ainda mais pesado.
A depressão pode ampliar dor, e torná-la mais difícil de lidar. A boa notícia é que a dor crõnica e depressão não são inseparáveis. Tratamentos eficazes podem agir bem na dor e na depressão.
Dor Crônica e Depressão: Uma dupla terrível
Se você tiver dor crônica, dor de cabeça, dor lombar, dor cervical, fibromialgia e depressão, você não está só. Muitas pessoas sofrem desta associação. Isso porque dor crônica e depressão são problemas comuns que muitas vezes se sobrepõem. Depressão é uma das mais comuns questões psicológicas que enfrentam as pessoas que sofrem de dor crônica, e que muitas vezes dificulta o tratamento do paciente. Considere estas estatísticas:
Segundo a American Pain Foundation, cerca de 32 milhões de pessoas nos Estados Unidos apresentam dor com duração superior a um ano.
De um quarto a mais de metade dos doentes que se queixam de dor para os seus médicos estão deprimidos.
Em média, 65% das pessoas deprimidas também se queixam de dor.
As pessoas cuja dor limita a sua independência são particularmente susceptíveis de estarem deprimidas.
A depressão em pacientes com dor crônica é frequentemente não diagnosticada, e portanto frequentemente não tratada. O quadro de depessão e dor pode estar também associado com distúrbios do sono, perda de apetite, falta de energia e diminuição da atividade física que pode, por sua vez, complicar ainda mais o quadro de dor.
Dor de cabeça e depressão caminham lado a lado, alguns autores dizem até que deve-se assumir uma pessoa com dor crônica como deprimida, de fato não tem como estar muito feliz se tiver muita dor, no minimo a depressão é uma consequência da dor
Dor Crônica e Depressão: um ciclo vicioso
Dor provoca uma resposta emocional de todos. Ansiedade, irritabilidade e agitação – todos esses sentimentos são normais quando se está sentindo dor.
Mas e se a dor não vai embora? Com o tempo, a resposta ao constante estresse acaba causando vários problemas associados com depressão. Esses problemas podem incluir:
ansiedade crônica, perda de memoria, fadiga, irritabilidade, distúrbios do sono, ganho ou perda de peso.
A sobreposição entre depressão e dor crônica pode ser explicada pelo fato de alguns neurotransmissores – os mensageiros químicos que viajam entre neurõnios e nervos – estarem alterados, como a serotonina, dopamine, noradrenalina, GABA, glutamato e outros.
O impacto global da dor crônica sobre a vida de uma pessoa também contribui para a depressão
Os prejuízos causados pela dor crônica, como a perda de um emprego, perder a condição de lazer, relacionamento familiar e interpessoal fazem das pessoas ainda mais deprimidas. Por sua vez, com depressão, ela amplia a dor que já está com o paciente.
Pessoas com dor crônica e depressão sentem dor mais intensa, sentem menos controle de suas vidas, tem estratégias de superação menos eficazes, mas a depressão e a dor crônica podem ser muitas vezes tratadas em conjunto.
Tratar Dor Crônica e Depressão: Uma Abordagem Integrativa
Dor crônica e depressão podem afetar uma pessoa a vida inteira. Consequentemente, um tratamento ideal abordagem aborda todas as áreas da vida da afetadas pela dor e depressão.
Devido à ligação entre dor crónica e depressão, faz sentido que os seus tratamentos se sobreponham.
Antidepressivos
Atidepressivos trabalham nos mesmos neurotransmissores que afetam a dor e depressão, agindo sobre a percepção e modulação da dor, assim como agindo diretamente no sistema de analgesia no cérebro.
Antidepressivos tricíclicos (amitriptilina, nortriptilina) têm abundantes provas de eficácia. No entanto, devido aos efeitos colaterais a sua utilização é muitas vezes limitada. Novos antidepressivos conhecidos como inibidores da recaptação de serotonina e noradrenalina (duloxetina, venlafaxina), e inibidores da recaptação de serotonina (citalopram, escitalopram, paroxetina) por outro lado, parecem funcionar bem com menos efeitos colaterais.
Atividade Física
Muitas pessoas com dor crônica evitam exercícios, achando que podem causar mais dor, porém a pessoa acaba se tornando fora de forma, tendo um maior risco de lesão, piorando a dor. Mas é fundamental quebrar este ciclo. Atividade física regular é uma das partes mais importantes do tratamento da associação dor e depressão. Todas as pessoas com dor crônica podem e devem fazer algum tipo de exercício. Converse com seu médico para adaptar o melhor plano de exercício que seja seguro e eficaz para você. O exercício também está comprovado no tratamento da depressão. A atividade física libera o mesmo tipo de substâncias químicas cerebrais que medicações antidepressivas, tem que ser encarada como um remédio, um tratamento
Saúde Mental e Espiritual
Dor crônica afeta a sua capacidade de viver, trabalhar e de se divertir da forma que você está acostumado. Isso pode mudar o modo como você vê você mesmo – às vezes para pior. Quando alguém começa a assumir a identidade de um paciente incapacitado pela dor crônica, existe uma preocupação real de que tenha se afundado na dor e se tornar uma pessoa mais deprimida
Lutar contra este processo é um aspecto do tratamento. Muitas formas de enfrentamento, no ingles “coping” são importantes, integrar a religiosidade, a espiritualidade do sofredor de dor e depressão é vital para o bom desenvolvimento do tratamento. Todo tipo de suporte positivo para o paciente deve ser colocado no tratamento de uma maneira racional.
Tratar Dor Crônica e Depressão: Terapia Cognitiva para a Dor Crônica
Você pode “pensar” a sua maneira de sentir a dor? Pode ser difícil acreditar, mas pesquisas mostram claramente que, para as pessoas comuns, alguns tipos de treinamento mental verdadeiramente melhoram a dor crônica. Uma destas abordagens é a terapia cognitiva. Na terapia cognitiva, uma pessoa aprende a detectar os efeitos negativos, os pensamentos automáticos que rodeiam a experiência de dor crônica. Estas ideias são muitas vezes distorções da realidade. A Terapia cognitiva pode ensinar uma pessoa como alterar estes padrões de pensamento e de melhorar a experiência de dor. A ideia é que os seus pensamentos e as emoções têm um impacto profundo sobre a forma como você responder com dor. Há boas provas científicas de que a terapia cognitiva pode reduzir a experiência global da dor.
Terapia cognitiva é também um tratamento para a depressão comprovada reduzindo sintomas de depressão e ansiedade, também em pacientes com dor crônica. Em um estudo conduzido por Beverly Thorn, professora da University of Alabama, no final de um programa de 10 semanas de terapia cognitive 95% dos pacientes sentiram suas vidas foram melhoradas, e 50% disseram que tinham menos dor. Em muitos participantes também reduziu sua necessidade de medicamentos. A Dra Juliane Mercante, que defendeu doutorado sobre enxaqueca e ansiedade no Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP, também psicóloga da linha cognitiva comportamental relata boa experiencia no resultado com os pacientes com depressão, ansiedade e dor que passsam pelo processo da terapia cognitiva comportamental
Para se tratar a dor crônica, cefaleias primárias como a enxaqueca quando associadas a depressão e ansiedade é preciso uma aliança com o médico, e que um plano de tratamento seja criado. Neste plano terapêutico um medicamento ou combinação de medicamentos vai ser instituída, mas medidas não medicamentosas também implementadas como o início de exercícios físicos e a escolha de um manejo da saúde mental com um terapeuta cognitivo comportamental, ou outra linha de terapia e o equilíbrio do estilo de vida, manejo do tempo e integração da espiritualidade e religiosidade de forma positiva como estratégia de apoio ao quadro de dor e depressão.
Dr Mario Peres, médico neurologista, autor do livro dor de cabeça: o que ela quer com você.

domingo, 13 de setembro de 2009

No stress


Sintomas do estresse
As pessoas podem apresentar sintomas relacionados ao estresse de forma diferenciada, pois a vulnerabilidade psicológica varia, de acordo com a estrutura psíquica de cada indivíduo. Além disso, segundo Jack Barchas, neuroquímico da Universidade de Stanford, “há um constante entrelaçamento dos sintomas de estresse. É como se fosse uma sinfonia de diferentes instrumentos musicais, tocando, porém a mesma música”.
O papel do estresse em doenças clínicas, muitas vezes, não é claro. Muitos sintomas, da dor de cabeça às palpitações, podem ser relacionados ao estresse, a uma doença física ou, freqüentemente a uma combinação de ambos. Da mesma forma, algumas vezes, um sintoma que surge num momento de grande estresse, como uma dor abdominal, pode eventualmente progredir para uma úlcera ou uma colite.
Estudos científicos indicam que as pessoas adoecem com mais frequência quando estão estressadas. No caso de uma separação ou perda de emprego por exemplo, baixam as defesas de imunidade do indivíduo e ele pode, mais facilmente, contrair doenças. Sabe-se que sete segundos após perceber a causa o indivíduo automaticamente se prepara para reagir fisicamente à situação: a pressão sobe, o coração pulsa mais rápido, a respiração se torna mais pesada e rápida, os músculos se contraem e as mãos e pés se tornam frios e suados. Estas são, noentanto, naturais reações físicas que ocorrem espontaneamente. Porém, se forem mantidas por períodos prolongados ou freqüentes, o estresse tenderá a se tornar crônico e o indivíduo pagará um preço bastante alto por essa adaptação biológica natural: pressão alta, derrame, infarto, enxaqueca, insônia e depressão são alguns dos problemas mais comuns que atualmente decorrem de seu nível de estresse.
Geralmente, os sintomas são um sinal de alerta para que a pessoa concentre sua energia para restabelecer o equilíbrio entre a mente e o corpo. Por esta razão, estar atento aos possíveis sintomas de estresse é uma atitude saudável e preventiva para todos aqueles que no atual contexto do mundo moderno estão sujeitos a situações estressantes.
Entre os principais sintomas do estresse, destacam-se: sinais de cansaço, tristeza, dor de cabeça, grande agitação, constantes crises de tensão e angústia; diminuição da produtividade, isolamento, mau humor, medo, colite, sudorese intensa, irritação, incapacidade de domínio sobre as emoções, etc...
Em síntese, o estresse realmente existe e afeta sua vida, por isto fique atento aos sintomas, as reações orgânicas e psíquicas que anunciam problemas físicos e emocionais.
www.faac.unesp.br/pesquisa/.../estresse/sintomas.htm

Impunidade na vida real X impunidade na ficção


Lendo, no Blog Jornália do Ed, sobre o final da novela Caminho das Índias, concordei com a reflexão que o autor faz: surpreso com a impunidade de vários personagens, Ed supõe que pode ser um reflexo da impunidade "oferecida" aos assassinos da filha de Glória Perez. Procurei algo sobre isso e resolvi dividir com os amigos que passam por aqui!

Glória Perez não se conforma com indulto

Agência Estado
Sexta-feira - 25/01/2002 - 09h01
Rio de Janeiro - A autora Glória Perez se mostrou indignada com a decisão unânime da 5ª Câmara Criminal de Justiça do Rio de Janeiro, que concedeu indulto a Paula Thomaz, acusada pelo assassinato da atriz Daniella Perez, no final de 1992. "A decisão foi uma condecoração de um crime bárbaro", disse a autora em uma entrevista por telefone. Glória Perez afirmou que está inconformada e irritada com a Justiça brasileira, e que aceitaria sair do país caso recebesse um convite para trabalhar no Exterior. "Para ser estrangeiro aqui no Brasil é melhor ser estrangeiro lá fora", disse a autora, acrescentando que pretende recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ).Nesta quinra-feira, o presidente da 5ª Câmara Criminal do Rio, Jorge Ushoa, disse que Paula Thomaz preencheu todos os requisitos exigidos pela lei e por isso recebeu o indulto, que extingue totalmente a condenação. "Ela tem direitos conseguidos pela lei. As pessoas ficam preocupadas (...), mas aqui não há espaço para "jeitinhos". Se há direito, há reconhecimento da lei, por mais brutal que seja o crime ou o criminoso", afirmou o presidente. Segundo Ushoa, Paula Thomaz vai conseguir o direito de voltar a ser ré primária dentro de cinco anos.A decisão da 5ª Câmara do Rio de Janeiro teve como base o fato de Paula Thomaz ter menos de 21 anos de idade na época do crime e ter um filho com menos de 12 anos. Os desembargadores consideraram também o bom comportamento de Paula Thomaz na prisão e o cumprimento de mais de um terço da pena.Ex-mulher de Guilherme de Pádua, que também participou do crime, Paula Thomaz foi condenada a 18 anos e seis meses de prisão pelo assassinato da atriz Daniella Perez, sendo que seus advogados conseguiram mais tarde reduzir a pena para 15 anos. Em 1999, ela deixou a prisão ao receber liberdade condicional depois de cumprir quase sete anos de condenação. Guilherme de Pádua conseguiu o indulto no ano passado e atualmente mora em Belo Horizonte.

As informações são do portal Terra.

domingo, 6 de setembro de 2009

Aprenda o mais simples
















Aprenda o mais simples! Para aqueles
Cuja hora chegou
Nunca é tarde demais!
Aprenda o ABC; não basta, mas
Aprenda! Não desanime!
Comece! É preciso saber tudo!
Você tem que assumir o comando!

(...)
Não se envergonhe de perguntar, camarada!
Não se deixe convencer,
Veja com seus próprios olhos!
O que não sabe por conta própria
Não sabe.
Verifique a conta,
É você quem vai pagar.
Ponha o dedo sobre cada item.
Pergunte: o que é isso?
Você tem que assumir o comando.

Por Bertold Brecht

sábado, 20 de junho de 2009

A moça tecelã



A Moça Tecelã

Acordava ainda no escuro, como se ouvisse o sol chegando atrás das beiradas da noite. E logo se sentava ao tear.Linha clara, para começar o dia. Delicado traço cor da luz, que ela ia passando entre os fios estendidos, enquanto lá fora a claridade da manhã desenhava o horizonte.Depois, lãs mais vivas; quentes lãs iam tecendo hora a hora, em longo tapete que nunca acabava.Se era forte demais o sol, e no jardim pendiam as pétalas, a moça colocava na lançadeira grossos fios cinzentos do algodão mais felpudo. Em breve, na penumbra trazida pelas nuvens, escolhia um fio de prata, que, em pontos longos, rebordava sobre o tecido. Leve, a chuva vinha cumprimentá-la à janela.Mas, se, durante muitos dias, o vento e o frio brigavam com as folhas e espantavam os pássaros, bastava a moça tecer com seus belos fios dourados para que o sol voltasse a acalmar a natureza.Assim, jogando a lançadeira de um lado para outro e batendo os grandes pentes do tear para frente e para trás, a moça passava seus dias.Nada lhe faltava. Na hora da fome, tecia um lindo peixe, com cuidado de escamas. E eis que o peixe estava na mesa, pronto para ser comido. Se sede vinha, suave era a lã cor-de-leite que entremeava o tapete. E, à noite, depois de lançar seu fio de escuridão, dormia tranqüila.Tecer era tudo o que fazia. Tecer era tudo o que queria fazer.Mas, tecendo e tecendo, ela própria trouxe o tempo em que se sentiu sozinha e, pela primeira vez, pensou como seria bom ter um marido ao lado.Não esperou o dia seguinte. Com capricho de quem tenta uma coisa nunca conhecida, começou a entremear no tapete as lãs e as cores que lhe dariam companhia. E, aos poucos, seu desejo foi aparecendo, chapéu emplumado, rosto barbado, corpo aprumado, sapato engraxado. Estava justamente acabando de entremear o último fio da ponta dos sapatos, quando bateram à porta.Nem precisou abrir. O moço meteu a mão na maçaneta, tirou o chapéu de pluma e foi entrando na sua vida.Naquela noite, deitada contra o ombro dele, a moça pensou nos lindos filhos que teceria para aumentar ainda mais a sua felicidade.E feliz foi, por algum tempo. Mas se o homem tinha pensado em filhos, logo os esqueceu. Porque, descoberto o poder do tear, em nada mais pensou a não ser nas coisas todas que ele poderia lhe dar.— Uma casa melhor é necessária, disse para a mulher. E parecia justo, agora que eram dois. Exigiu que escolhesse as mais belas lãs cor-de-tijolo, fios verdes para os batentes e pressa para a casa acontecer.Mas, pronta a casa, já não lhe pareceu suficiente. — Por que ter casa, se podemos ter palácio?, perguntou. Sem querer resposta, imediatamente ordenou que fosse de pedra com arremates de prata.Dias e dias, semanas e meses trabalhou a moça, tecendo tetos e portas, e pátios, e escadas, e salas, e poços. A neve caía lá fora, e ela não tinha tempo para chamar o sol. A noite chegava, e ela não tinha tempo para arrematar o dia. Tecia e entristecia, enquanto, sem parar, batiam os pentes, acompanhando o ritmo da lançadeira.Afinal, o palácio ficou pronto. E, entre tantos cômodos, o marido escolheu para ela e seu tear o mais alto quarto da mais alta torre.— É para que ninguém saiba do tapete, disse. E, antes de trancar a porta a chave, advertiu:— Faltam as estrebarias. E não se esqueça dos cavalos!Sem descanso, tecia a mulher os caprichos do marido, enchendo o palácio de luxos; os cofres, de moedas; as salas, de criados. Tecer era tudo o que fazia. Tecer era tudo o que queria fazer.E, tecendo, ela própria trouxe o tempo em que sua tristeza lhe pareceu maior que o palácio com todos os seus tesouros. E, pela primeira vez, pensou como seria bom estar sozinha de novo.Só esperou anoitecer. Levantou-se enquanto o marido dormia sonhando com novas exigências. E, descalça, para não fazer barulho, subiu a longa escada da torre, sentou-se ao tear.Desta vez não precisou escolher linha nenhuma. Segurou a lançadeira ao contrário, e, jogando-a veloz de um lado para outro, começou a desfazer o seu tecido. Desteceu os cavalos, as carruagens, as estrebarias, os jardins. Depois, desteceu os criados e o palácio. E todas as maravilhas que continha. E novamente se viu na sua casa pequena e sorriu para o jardim além da janela.A noite acabava quando o marido, estranhando a cama dura, acordou e, espantado, olhou em volta. Não teve tempo de se levantar. Ela já desfazia o desenho escuro dos sapatos, e ele viu seus pés desaparecendo, sumindo as pernas. Rápido, o nada subiu-lhe pelo corpo, tomou o peito aprumado, o emplumado chapéu.Então, como se ouvisse a chegada do sol, a moça escolheu uma linha clara. E foi passando-a devagar entre os fios, delicado traço de luz que a manhã repetiu na linha do horizonte.

COLASANTI, Marina. Doze Reis e a Moça no Labirinto do Vento. 6. ed. Rio de Janeiro: Nórdica, 1982.

É isso aí! Um dia a pessoa desperta,abre os olhos,enxerga até mesmo o que não queria e resolve olhar mais pra si e eliminar o que lhe escraviza ,vampiriza,impede de ser feliz!

sábado, 13 de junho de 2009

Côncavo e convexo


Nosso amor é demais,
E quando o amor se faz
Tudo é bem mais bonito.
Nele a gente se dá
Muito mais do que está
E o que não está escrito.

Quando a gente se abraça
Tanta coisa se passa
Que não dá para falar.
Nesse encontro perfeito
Entre o seu e o meu peito
Nossa roupa não dá.

Nosso amor é assim,
Pra você e pra mim,
Como manda a receita
Nossas curvas se acham
Nossas formas se encaixam
Na medida perfeita.

Este amor é pra nós
A loucura que traz
Esse sonho de paz
E é bonito demais,
Quando a gente se beija
Se ama e se esquece
Da vida lá fora

Cada parte de nós
Tem a forma ideal
Quando juntas estão,
Coincidência total
Do côncavo e convexo
Assim é nosso amor,
No sexo.

Este amor é pra nós
A loucura que traz
Esse sonho de paz
E é bonito demais,
Quando a gente se beija
Se ama e se esquece
Da vida lá fora

Cada parte de nós
Tem a forma ideal
Quando juntas estão,
Coincidência total
Do côncavo e convexo
Assim é nosso amor,
No sexo.

Com você


Com você
Conheci a grandeza do amor
Com você
Vi que o sol tem mais luz e mais cor
Com você
Aprendi a sorrir e viver
Porque tudo o que eu sempre quis ter
Muito mais eu encontro em você

Com você
É que a vida pra mim tem valor
Com você
Não existe a tristeza e a dor

Com você
Vou além dos limites de um ser
À procura do que possa ter
De mais lindo pra te oferecer

Você é muito mais que a minha própria vida
É o sol e as estrelas do meu universo
Você é a canção mais bonita que eu canto
É a frase de amor mais linda do meu verso
Você, você é meu amor
Você, você é meu amor

Com você
Vou além dos limites de um ser
À procura do que possa ter
De mais lindo pra te oferecer

Você é muito mais que a minha própria vida
É o sol e as estrelas do meu universo
Você é a canção mais bonita que eu canto
É a frase de amor mais linda do meu verso
Você, você é meu amor
Você, você é meu amor